A Albânia possui uma área total de 28 748 quilômetros quadrados. Localizada entre as latitudes 39º e 43º N e, na maior parte, entre as longitudes 19º e 21º E (uma pequena área está a leste de 21º E). A costa da Albânia se estende por 476 quilômetros[3] e se estende pelos mares Adriático e Jônico. Cerca de setenta por cento do país é montanhoso ou de colinas e normalmente inacessível do exterior. A maior montanha é o Monte Korab, situado no distrito de Dibër, atingindo 2 753 metros. O clima na costa é tipicamente mediterrânico, com invernos úmidos e verões quentes, ensolarados e secos. As condições dependem muito da altitude. As áreas acima de 1 500 metros são frias, com ocorrência de neve no inverno, podendo esta permanecer até a primavera.

Além da capital, Tirana, que tem 800 000 habitantes, as cidades principais são Durrës, Korçë, Elbasan, Shkodër, Gjirokastër, Vlorë e Kukës. Na gramática albanesa, uma palavra pode ter formas definidas e indefinidas e isso também se aplica aos nomes das cidades: tanto Tiranë e TiranaShkodër e Shkodra são usados.

Os três maiores e mais profundos lagos tectônicos da Península Balcânica estão parcialmente localizados na Albânia. O Lago Escútare no nordeste do país tem uma superfície que varia entre 370 e 530 quilômetros quadrados, dos quais um terço pertence a Albânia e o resto a Montenegro. O Lago Ohrid, situado no sudeste do país, é compartilhado entre a Albânia e a República da Macedônia. Possui uma profundidade máxima de 289 metros e uma variedade única de flora e fauna, incluindo “fósseis vivos” e outras espécies endêmicas. Por causa do seu valor natural e histórica, o Lago Ohrid está sob proteção da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura. Há também o Lago Butrinti, que é um pequeno lago tectônico localizado no Parque Nacional de Butrint.

Localização

A Albânia situa-se na região dos Balcãs, na Europa oriental, coordenadas geográficas 41º 00′ N, 20º 00′ E . Está localizada estrategicamente no estreito de Otranto (que liga o mar Adriático ao mar Jónico e ao mar Mediterrâneo).

  • área total: 28 748 km²

Dados gerais

Recursos naturais:

  • petróleo, gás natural, carvão, crómio, cobre, madeira, níquel e força hidroeléctrica (Energia hidroelétrica).

Uso da terra:

  • terra irrigada: 3 400 km² (est. de 1998)
  • terra arável – 21%
  • cultivo permanente – 5%
  • pastagens permanentes – 15%
  • florestas – 38%
  • outros – 21% (estimativas de 1993)

A vida vegetal e animal

Grande parte da Albânia já foi coberta por florestas, mas da vegetação original agora resta apenas uma fração como resultado de séculos de exploração madeireira e de pastoreio. Muitas áreas são apenas cobertos com arbustos. A floresta remanescente é constituída principalmente de carvalhos , faias e pinheiros. O reflorestamento é um alvo primário do governo.

Fronteiras

A Albânia possui 720 km de fronteiras, fazendo fronteira com Sérvia e Montenegro – (287 km no total, sendo 114 km com a Sérvia e 173 km com o Montenegro), Grécia (282 km) e Macedónia (151 km).

Somente ao longo da costa da Albânia fronteiras coincidem com as formações naturais da paisagem. Os limites foram estabelecidos, em princípio, na Conferência Embaixadores em Londres 1912 – 1913. Eles foram criados pelas potências em 1921 , depois de o país ser ocupado durante a Primeira Guerra Mundial pela Itália, Sérvia, Grécia e França. O princípio básico é que as áreas habitadas por albaneses pertencem à Albânia e nacionalidades arredores também têm as suas próprias áreas distintas, tais como os macedônios na Macedónia e montenegrinos em Montenegro. O distrito do Lago Valioso, na Macedônia Ocidental, que tinha uma mistura das populações , foi dividido entre a Albânia, a Grécia e a Jugoslávia.

Ele levou em conta as necessidades econômicas locais, tais como as aldeias terem acesso a suas áreas de pastagem.

Para a divisão da área de grandes lagos do leste do que é hoje a Albânia, no meio havia uma preocupação de que todos os países teriam algumas das imediações das planícies. Esta divisão artificial necessariamente afetou a fronteira norte e sul.

Na parte norte da Albânia e nas montanhas do nordeste que liga a fronteira com a montanha e segue os picos mais altos da serra pelo inacessível Alpes Nordalbanska, em albanês Bjeshkët Namunës. Não há virtualmente nenhum limite natural destas montanhas com o mar Adriático. Mas o Lago Scutari e uma parte do rio Buna foram usados como a fronteira albanesa para o noroeste. Sul e sudoeste, a partir do distrito do lago para o mar Jónico é o país da fronteira com o nordeste em desacordo com as linhas naturais da paisagem e cruza vários cordões em vez de segui-los.

Topografia

A Albânia possui 27 398 km² de área terrestre, sendo a maioria de terreno montanhoso ou de colinas.

  • terreno: (Maja e Korabit no Mali Korabit) em Golem – 2 753 m

Pontos extremos:

A montanha mais elevada atinge 2 753 m acima do nível do mar.

Clima

A maior parte da Albânia tem um clima continental temperado suave, com invernos frescos nublados e úmidos; e verões quentes limpos e secos. O interior do país é mais frio e mais úmido.

Hidrografia

A Albânia possui 1 350 km² de área marítima, com 362 km de costa, e suas águas territorias chegam a 12 milhas náuticas.

  • plataforma continental – profundidade de 200 m, ou até á profundidade de exploração

Lagos:

  • lago Ohrid – É o lago principal, situado na fronteira com a Macedônia. Este lago é alimentado pelas águas do rio Drin,      cujas barragens fornecem 80% da energia elétrica do país.
  • lago Scutari – Na fronteira com a Sérvia e Montenegro (Montenegro).
  • lago Prespa – Na fronteira com a Macedônia      e a Grécia.

Principais rios:

  • rio Drin
  • rio Drinii Zi
  • rio Mat
  • rio Shkumbin
  • rio Devoli
  • rio Seman
  • rio Vijosë